Aprenda algo novo todos os Dias

5 Filmes e séries que se tornaram realidade graças aos efeitos especiais

Os filmes de hoje exibem um grande número de efeitos especiais que eram impensáveis ​​há poucos anos. Os efeitos digitais, principalmente, fizeram com que filmes que antes só podiam ser feitos por meio de desenhos animados se tornassem possíveis com personagens reais. Muitas produtoras optaram pela conversão. Sejam filmes ou séries, é espetacular ver como conseguiram captar todos os detalhes como se fossem reais. Descubra 3 filmes e 2 séries que se tornaram realidade graças aos Efeitos Especiais.

Filmes feitos com efeitos especiais

1. Alice no País das Maravilhas

Quem não se lembra dos incríveis personagens que surgiram da imaginação fértil de Lewis Carroll: Alice, o Coelho Branco, o Chapeleiro Maluco , a Rainha de Copas… Em 1951, a Disney lançou o filme de animação baseado em sua história.

Em 2010, Tim Burton, graças aos efeitos especiais, especificamente digitais, “realmente” nos levou ao País das Maravilhas. Com a ajuda de CGI (imagem gerada por computador), esquemas de cores e 22 meses de trabalho, Burton, Ken Ralston e sua equipe transformaram este país maluco em realidade.

Atores como Helena Bonham Carter (a rainha vermelha), Johnny Depp (o chapeleiro maluco) e Anne Hathaway (a rainha branca) participaram deste blockbuster.
Se você está se perguntando como conseguiram que a cabeça da Rainha Vermelha ficasse tão perfeita, ficará interessado em saber que a todas as cenas em que esse personagem apareceu, eles adicionaram uma câmera com maior resolução (uma Dalsa 4K), que foi dedicada apenas para gravar a cabeça, resultando em imagens que permitiram que a cabeça ampliada fosse copiada e colada na filmagem.

Veja Também...  Os 10 Castelos mais bonitos do mundo

2. O Livro da Selva

Baseado no romance de Rudyard Kipling, também conhecido como “O Livro do Deserto”, foi transferido para o cinema pela fábrica Disney, em forma de filme de animação, em 1967.

A mesma empresa lançou o projeto de fazer o filme com personagens reais em 2013 e em 2016, dirigido por Jon Favreau, pudemos ver o resultado. Utilizando telas azuis, CGI, a imaginação e o talento do jovem Neel Sethi – que teve que interagir com um ambiente azul com poucos obstáculos e repetindo as cenas com frequência, devido a problemas com as sombras que projetava – e um enorme número de horas, o A equipe de efeitos digitais fez com que os animais e o ambiente parecessem completamente reais.

Os maiores desafios? Tornar os movimentos das criaturas críveis sem uma referência para testá-los, já que a Disney não permite mais a presença de animais exóticos em seus estúdios. Por outro lado, deixar o pelo perfeito e consistente com os movimentos dos personagens também foi cansativo. Porém, como você verá no vídeo a seguir, o esforço valeu a pena.

Foi um sucesso. Tornou-se um dos filmes de maior bilheteria deste ano.

3. A Bela e a Fera

Um clássico, baseado em um conto tradicional francês, que a Disney também trouxe para as telas em forma de desenhos animados. Foi em 1991 e ficamos impressionados com a extraordinária qualidade da animação.

Este ano, no mês de março, poderemos vê-lo em imagens reais e em breve serão revelados quais os efeitos especiais utilizados neste filme, que promete ser uma obra de arte.

Nos papéis principais estarão Emma Watson (você vai se lembrar dela por seu papel como Hermione na saga Harry Potter) e Dan Stevens (Downton Abbey), dirigido por Bill Condon. Mal podemos esperar para ver!

Veja Também...  Veja como eram alguns atores famosos em suas primeiras gravações

4. O avatar

Deixando de lado os blockbusters da fábrica Disney, encontramos também outros exemplos de desenhos traduzidos em imagens reais. É o caso da série da Nickelodeon “Avatar: O Último Mestre do Ar” que passou da televisão, em forma de desenho animado, para a telona.

Nos cinemas, em espanhol, foi intitulado “The Last Airbender” ou “Airbender: The Last Warrior”. O filme foi lançado em 2010, dirigido por M. Night Shyamalan. Neste caso o realizador não ficou satisfeito com os primeiros resultados das imagens geradas por computador (CGI), porque lhe pareciam irrealistas. Para melhorar, os especialistas em Efeitos Especiais Digitais tiveram que procurar referências realmente estranhas que lhes permitissem copiar a realidade, procurando movimentos inusitados de fogo, água… Por exemplo, para mostrar a água dirigida por uma pessoa, indo contra a gravidade, O os designers procuraram vídeos da NASA mostrando água em gravidade zero. Uma ótima ideia que, sem dúvida, alcançou o resultado desejado!

Apesar dos esforços da Equipe de Efeitos Especiais, o filme não alcançou o sucesso esperado. Considera-se que isso ocorre porque se afastou da série original em alguns pontos importantes.

5. Ataque a Titã

“Attack on Titan” é uma série de mangá escrita e também ilustrada por Hajime Isayama. Foi lançado no mercado em 2009, alcançando rapidamente grande sucesso entre os fãs do gênero. Nele, a humanidade é ameaçada por gigantescos seres humanoides, chamados titãs, que se alimentam de carne humana. A única maneira de se proteger deles é construir grandes muros que separem as cidades do perigo, mas quanto tempo durarão esses muros?

Este mangá foi levado para a telinha na forma de uma série animada e, em 2015, foi lançado como um filme live-action dirigido por Shinji Higuchi.

Veja Também...  Os filmes de terror mais sexy já feitos

Para este filme foram utilizadas diferentes técnicas, cujos resultados foram sempre melhorados na pós-produção com CGI. Por exemplo, os titãs menores são, na verdade, pessoas reais, simplesmente inventadas e depois redimensionadas. Noutros casos, foram utilizadas técnicas de suitmation que implicam que os atores se disfarcem, total ou parcialmente, da criatura que interpretam e representem num palco reduzido, um modelo (para se ter uma ideia, na sua versão mais simples, pense em o Godzilla original).

No caso do gigante colossal, foi utilizado um boneco da metade superior do corpo, que era controlado por cabos. Um processo incrível! Não te parece? Veja o resultado abaixo:

É importante destacar que sem a nova tecnologia digital, base dos atuais efeitos especiais, a transferência desses filmes e séries de desenhos animados para imagens reais teria sido impossível. Você conhece algum outro filme ou série de desenhos animados que tenha sido traduzido, seguindo o original, em imagens reais? Qual é a sua favorita?

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.