Aprenda algo novo todos os Dias

As 5 Camadas Do Oceano

O oceano pode ser misterioso, mas a ciência nos levou longe o suficiente para poder identificar cinco camadas existentes nele. O oceano tem 5 camadas diferentes e distintas, cada uma com suas próprias características. As camadas variam da camada superficial, onde ocorrem as atividades oceânicas, às profundezas escuras da água que ainda precisam ser totalmente exploradas. As camadas profundas têm criaturas marinhas únicas, temperaturas congelantes e alta pressão. Com o avanço da tecnologia, os cientistas esperam que as profundezas oceânicas sejam exploradas minuciosamente. À medida que a profundidade aumenta, a temperatura, a luz e a vida marinha diminuem. Abaixo está um resumo das 5 camadas do oceano.

  1. Zona Hadalpelagic (as trincheiras)

A zona Hadalpelágica também é chamada de Trincheiras e é encontrada na bacia oceânica e abaixo. A zona Hadalpelagic encontra-se entre 19.686 pés a 36.100 pés. A profundidade depende das valas e vales na área. Marina Trench, no Japão, é a parte mais profunda do oceano a ser explorada pelo homem, e fica a 35.797 pés. Em Porto Rico, peixes foram descobertos a 27.460 pés de profundidade. A zona não pode ser explorada sem kits especializados devido às baixas temperaturas e alta pressão. A luz natural não pode penetrar nas trincheiras. Diferentes criaturas podem ser encontradas nessa camada, principalmente invertebrados, incluindo estrelas do mar.

  1. Zona Abissopelágica (Abismo)

A zona abissopelágica, também conhecida como abismo ou zona abissal, fica logo acima da camada hadalpelágica entre 13.124 pés e 19.686 pés. O nome da camada tem origem no idioma grego e traduz-se livremente para “sem fundo”. Assim como a camada abaixo dela, as temperaturas estão próximas do ponto de congelamento e não há penetração da luz natural. A pressão também é alta devido ao peso da água acima. Invertebrados como estrelas do mar e lulas podem sobreviver neste ambiente. Mais de 75% das mentiras no fundo do oceano podem ser encontradas nesta zona, com o aumento continental começando aqui.

  1. Zona batipelágica (zona da meia-noite)

A camada batipelágica é encontrada entre 3.281 pés e 12.124 pés logo acima do abismo. Essa camada também é chamada de meia-noite ou zona escura. Embora a zona batipelágica seja escura, a luz visível pode ser observada nas criaturas do mar encontradas aqui. A pressão na zona atinge 5.858 libras por cada polegada quadrada, e um grande número de espécies marinhas diferentes são encontradas na camada. Muitos animais nesta camada são pretos ou vermelhos graças à baixa penetração da luz solar. Algumas espécies de baleias, como o cachalote, passam algum tempo nesse nível em busca de alimento.

  1. Zona Mesopelágica (Zona do Crepúsculo)

Acima da zona batipelágica encontra-se a camada mesopelágica (crepúsculo ou zona da água média). A zona mesopelágica fica entre 656 pés e 3.281 pés. A zona abriga alguns dos animais marinhos mais estranhos, como o peixe-espada e a enguia-lobo. Fracos raios de sol penetram na camada.

  1. Zona Epipelágica (Zona da Luz Solar)

A zona epipelágica é conhecida como camada superficial ou zona solar do oceano, que varia da superfície a 656 pés. Há muita luz e calor nessa camada, embora ambos diminuam à medida que a profundidade aumenta. A pressão também é mínima e aumenta com a profundidade. A maioria das atividades oceânicas e humanas, como lazer, pesca e transporte marítimo, ocorre na zona epipelágica. Os recifes de coral podem ser encontrados na camada e o processo de fotossíntese ocorre aqui.

Quais são as cinco camadas do oceano?

Existem cinco camadas do oceano: a zona da luz solar, a zona do crepúsculo, a zona da meia-noite, o abismo e as trincheiras.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.