Aprenda algo novo todos os Dias

Há Quanto Tempo Os Seres Humanos Estão Bebendo Álcool?

0 3

Bebidas alcoólicas como cerveja e vinho já existem há mais tempo do que você imagina. Durante séculos, o álcool tem sido o principal motor da cultura humana, alimentando o desenvolvimento da arte, da linguagem e da religião. Mas há quanto tempo os humanos vêm bebendo? Quem surgiu com a ideia de álcool? Essas são questões fundamentais que freqüentemente são feitas. Várias teorias surgiram explicando a gênese do consumo de álcool. Embora algumas das teorias tenham respaldo científico, a maioria das teorias está ligada ao modo cultural de vida do homem primitivo.

Registro Arqueológico

Os ancestrais humanos podem ter descoberto o álcool há mais de dez milhões de anos, muito antes do início da moderna bebida fermentada. A análise química dos vasos descobertos na aldeia neolítica de Jiahu, no norte da China, revela traços de álcool que podem ter sido absorvidos e armazenados pelos frascos. A análise química indicou que a substância fermentada era feita de uvas, mel e bagas e pode ter sido produzida entre 7000 e 6650 aC. Os documentos sumérios e egípcios que datam de cerca de 2100 aC mencionam usos medicinais do álcool. A Bíblia Hebraica também recomenda dar álcool aos que perecem. No grego clássico, o vinho era uma parte importante do café da manhã, enquanto os cidadãos romanos incluíam o álcool em suas refeições a partir do primeiro século.

Álcool destilado

A primeira evidência de destilação foi obtida de um alquimista grego no século I dC. Os cientistas persas e árabes usaram destilação em seus experimentos alquímicos. A destilação de álcool na China começou por volta do século I durante a dinastia Han. No entanto, a primeira evidência certa e datada de destilação de álcool remonta ao século 12, da Escola de Salerno. Na Europa Medieval, o consumo de bebidas alcoólicas estava ligado à falta de saneamento público e era considerado uma forma de evitar doenças transmitidas pela água. O conceito de destilação de álcool foi considerado a maneira mais barata e segura de matar microrganismos causadores de doenças.

Veja Também...  Por que os golfinhos não se afogam quando estão dormindo?

Descoberta Científica e Consumo Moderno

Para aprender mais sobre a capacidade dos ancestrais humanos de digerir o álcool, os cientistas estudaram os genes encontrados em uma enzima digestiva conhecida como ADH4. As enzimas foram obtidas a partir dos intestinos dos primatas. Os resultados da pesquisa científica sugeriram que os primeiros seres humanos tinham a capacidade de decompor as substâncias alcoólicas. O primeiro modelo da evolução do consumo de bebidas alcoólicas indica que as substâncias alcoólicas entraram no corpo humano depois que os seres humanos começaram a armazenar alimentos, levando ao desenvolvimento da fermentação de alimentos há cerca de 10 mil anos. As primeiras igrejas modernas (do século XV ao XIX) consideravam o álcool um presente de Deus para ser usado moderadamente e para o desfrute, mas não para embriaguez. A produção e distribuição do espírito se espalharam lentamente e só se tornaram populares no século XVIII. Champanhe espumante fez sua estréia no século XVII. A superabundância de milho, especialmente na América, levou à tradição de beber saudável que foi caracterizada por muitos tipos de álcool e bebidas pesadas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.